Acessórios para noivas – Qual combina mais com você?

acessorios-noiva

Passou a maratona de encontrar o vestido ideal, chega a hora de decidir quais são os acessórios que irão complementar o seu visual. Grinalda, véu, brincos e colares são o acabamento final do look e nunca passam despercebidos pelos convidados.

Para acertar na escolha, é preciso levar em consideração o vestido e o estilo da noiva, a hora e o local da cerimônia. Casamentos de dia combinam com peças mais leves, como véus curtos e tiaras de flores e madrepérolas.

Já os casamentos noturnos permitem o uso de acessórios de noiva mais estruturados, como coroas repletas de pedrarias, véus longos e colares que roubam a cena.

Uma boa opção, para dar mais cor ao look da noiva e criar um visual harmonioso, é uma flor no cabelo, jóias coloridas ou sapatos que fogem do branco tradicional.

Confira abaixo os acessórios de noivas mais usados e como escolher os seus.

Véu

O véu é item obrigatório para a maioria das noivinhas. A peça é feita de tecidos leves e possui muitas variações de detalhes e comprimentos. Dependendo do estilo, ele dá um toque de romantismo, sofisticação ou ousadia ao vestido de noiva.

No momento da escolha, a dica é buscar o equilíbrio: o véu e o vestido devem ser da mesma cor e apenas um pode abusar dos detalhes e bordados. Ou seja: vestidos com pedrarias combinam com véu clean (seco) e vice-versa.

O véu mais tradicional é o longo, chamado de catedral, com comprimento entre 2 e 5 metros. Esse modelo combina com casamentos noturnos, celebrados em lugares fechados e com cerimônias mais formais.

Para as noivas que buscam um véu não muito longo, a dica é escolher um que termine na altura da cintura. Apenas os vestidos com cauda não combinam com essa opção.

Outro modelo clássico do véu é o que termina na altura da ponta dos dedos da mão. Esse pode ser usado com quase todos os tipos de vestidos, com exceção dos curtos.

As noivas mais modernas podem optar por um véu curto, que combina com decotes tomara que caia e vestidos também curtos. Eles se adéquam a cerimônias informais, diurnas e celebradas ao ar livre. Esse modelo cobre apenas o olho e pode ser confundido com os voiléttes, mas se diferencia pelo tecido, que deve ser o mesmo do vestido.

Vale lembrar ainda que saias amplas, vestidos com mangas ou cobertos de renda combinam com véu mais clean, sem bordados. Já o decote tomara que caia pode ser usado com qualquer tipo de véu, pois valoriza o colo.

Fotografia por Aline e Vinícius

Grinalda

A grinalda é o acessório que prende o véu, mas pode ser usada sozinha. Na festa, o ideal é a noiva fica apenas com a tiara para poder aproveitar com mais conforto.

Há modelos de todos os tamanhos. Na hora de escolher, é preciso ter em mente se o cabelo estará preso ou solto e como encaixá-lo no penteado.

O horário do casamento é outro aspecto que influencia na escolha do acessório. Para cerimônias durante o dia, vale usar modelos com flores, fitas, faixas e pérolas. À noite, você pode usar peças com muito brilho e pedrarias, além de rendas e plumas.Fotografia Ricardo Clavello

Tipos de grinalda:

– Tiara: é uma das mais escolhidas e deve seguir o estilo do vestido e da cerimônia. As mais despojadas combinam com casamentos que fogem do tradicional, enquanto as mais delicadas e elaboradas ficam bem em casamentos formais.

– Arranjo floral: pode ser feito de flores naturais ou artificiais e combina principalmente com casamentos ao ar livre. Use com o cabelo meio preso, jogado para o lado, ou com coques despojados.

– Coroa: uma das escolhas mais tradicionais, que combina com vários tipos de cerimônias. Os modelos feitos com brilhantes ou cristais devem ser usados em locais fechados. Noivas baixinhas podem escolher coroas mais altas e pontudas, desde que não ultrapassem a altura do noivo. As versões com formato de triângulo também ajudam a afinar o rosto. Se a cerimônia for durante o dia, prefira coroas com pérolas e madrepérolas.

– Presilhas: mais delicadas, podem ser feitas com pedrarias, dando um toque discreto ao penteado.

O vestido escolhido também influencia na decisão do brinco. As joias maiores e longas vão combinar com decotes tomara que caia e vestidos sem muitos bordados.

As pedrarias e brilhos se adéquam melhor a festas noturnas, enquanto para o dia os escolhidos devem ser as pérolas, pedras coloridas e o ouro rose.

 

Fotografia Stevez Produções

 

Para escolher o colar para o grande dia, siga as mesmas dicas que para os brincos. Todas as peças devem ser harmônicas entre si, com a mesma cor: ou será tudo prata, ou tudo será dourado.

Nos casamentos mais informais, use a criatividade: há terços e colares com detalhes florais e de penas para combinar com cerimônias ao ar livre, na praia ou no campo.

 

Vi em: Noivas do Brasil